Vinho Tinto Villaggio Grando Innominabile lote III

R$85,44
Conheça nossas opções de frete

Descrição do produto

Vinho Tinto Villaggio Grando Innominabile III 750 Ml

Tenho 02 garrafas do lote III 

Se quiser o lote especifique me informe no pedido.

País : Brasil

Origem: Campos de Herciliópolis Água Doce-SC

Produto: Villaggio Grando Innominabile

Safra: Lote III (cortes )

Safra: Lote IV (cortes de 2004 até 2008)

Tipo de Uva: Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc,Merlot, Malbec, Pinot Noir, Marsellan e Petit Verdot

Altitude:  1.300 metros

Sistema de Condução: Espaldeira

Época da Colheita: Abril, Maio/2008

Fermentação: Aço Inox

Maceração: 12 dias

Barrica: 100% francesas durante 6 meses

Engarrafado: Fevereiro/2010

Número de Garrafas: 14.000

Lote : Único

Estilo : Corte de Varietais, de guarda

Harmonização: Massas, carnes de caça, faisão, perdiz,coelho, carnes vermelhas, queijos maturados

Cor: Sua coloração rubi com reflexos violáceos é intensa e brilhante.

Aromas : Seus aromas são amplos e intensos, passando por fumo emrama, baunilha, coco e amoras silvestres.

A mescla de aromas frutados e de especiarias, com o leve envolvimento dos aromas do carvalho por onde estagiou, faz da complexidade e

da elegância as palavras que melhor podem tentar definir um aroma também inominável.

Boca: Em boca há um grande equilíbrio entre o teor alcoólico e acidez quase imperceptível, que lhe fornece vivacidade, mas são seus taninos macios que o definem como um vinho estruturado, redondo e aveludado que por apresentar uma boa persistência permanece e se faz sentir com elegância e singularidade após ser degustado.

O teor alcoólico: de 13,6%.

É um vinho complexo,de guarda,o qual, acreditamos,estará na sua plenitude no decorrer de alguns anos, hoje já sendo possível degustá-lo.

Corte. . . O Villaggio Grando Innominabile Lote IV é um vinho de cortedas safras 2004, 2005, 2006, 2007 e 2008.

Sendo cortado além das safras, as uvas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc,Merlot e Malbec (2004), Pinot Noir (2005), Petiti Verdot

(2007) e Marsellan (2008).