Vinho Tinto Brunello di Montalcino 2006 -Argiano 750 ml

R$423,50 R$393,25

Descrição do produto

Vinho Tinto Brunello di Montalcino 2006 (Argiano) 750 ml

Sempre um dos melhores e mais disputados vinhos de Brunello di Montalcino, com grande elegância e tipicidade.

“Lindamente equilibrado e simplesmente delicioso” para Robert Parker, com destaque para as diversas camadas de frutas maduras e uma graciosa complexidade.

Um Brunello aristocrático!

Pontuação RP 93 (2006)

WS 92 (2006)

WE 92 (2006)

Produtor: Argiano

País: Itália

Região: Toscana

Safra: 2006

Tipo: Tinto

Volume: 750 ml

Uva: Sangiovese

Vinhedos: Vinhedos selecionados na região da Toscana.

Vinificação: Fermentação tradicional em tanques de aço inoxidável durante 3 semanas com controle de temperatura.

A segunda fermentação varia de algumas semanas a alguns meses.

Maturação: Permanece 02 anos em barricas de carvalho francês, 6 meses em cascos de carvalho eslovenos e mais 06 meses em garrafa antes de ser comercializado.

Temperatura de Serviço: 18 a 20ºC

Teor Alcoólico: 14,%

Corpo: Médio

Sugestão de Guarda: Mais de 10 anos

Harmonização: Carnes vermelhas, caça e queijos

Desde 1888, as melhores uvas Sangiovese da propriedade são destinadas à produção do Brunello di Montalcino, um dos vinhos tintos mais conhecidos no mundo.

Para o seu Brunello, a Argiano seleciona as uvas dos seus vinhedos mais nobres e envelhece o vinho em dois tipos diferentes de madeira: no primeiro ano em barricas e tonéis franceses de várias dimensões para melhorar a estrutura inata do vinho, no segundo ano em barris maiores de carvalho da Eslavônia, que permitem que o vinho se equilibre. Ao terminar o afinamento em madeira, o vinho é transferido para cubas de cimento.

A combinação de uvas concentradas e maduras na fermentação a temperaturas cuidadosamente controladas, junto

com

o envelhecimento cuidadoso em uma seleção de diferentes barris de carvalho, produz vinhos tintos que conservam aquela incrível potencialidade de envelhecimento pela qual o Brunello di Montalcino é famoso.

Características organolépticas
O Brunello di Montalcino da Argiano se  destaca pela sua elegância e pela sua cor rubi intenso.

Apresenta uma boa concentração no palato médio e um retrogosto persistente, com um corpo arredondado e voluptuoso, além de interessantes taninos sedosos.

Une potência e elegância e anuncia um futuro promissor.

Com os seus perfumes fascinantes de frutas vermelhas e o seu frescor limpo, a complexidade deste vinho mostra um equilíbrio ideal. Para desfrutar totalmente as suas qualidades, decante o vinho por pelo menos 1 hora antes de degustá-lo.

Condições climáticas
As vinhas da Argiano são beneficiadas por um microclima favorável e uma posição invejável que contribuem para o desenvolvimento das parreiras.

O ciclo vegetativo e o período de maturação prolongados são devido à altitude do planalto, 300 m acima do nível do mar, que determina notas frescas nos meses de verão.

As precipitações geralmente moderadas de Montalcino favorecem um amadurecimento melhor e mais saudável das uvas, conferindo ao vinho maior concentração e perfumes. Isto, juntamente com os ventos constantes que sopram do Maremma refrigerando os cachos de uva durante os dias de verão mais quentes, permite uma maturação mais lenta das uvas, determinando condições gerais favoráveis.

Finalmente, dada a proximidade da Argiano com o Monte Amiata, um dos picos mais elevados da Toscana, toda área é protegida do mau tempo.

A união de todos estes fatores permite a Argiano produzir, ano após ano, vinhos de alta qualidade de colheitas constantemente boas.

Vinificação
As uvas Sangiovese geralmente são colhidas entre o fim de setembro e a metade de outubro, de acordo com o tipo de solo, com a exposição dos vinhedos e o andamento climático.

O mosto é fermentado em contato com as cascas em cubas de aço inoxidável em temperatura controlada por duas ou três semanas.

O tempo de fermentação varia de uma tina a outra, de acordo com as vinhas de onde provêm as uvas. Uma vez terminada a fermentação alcoólica, inicia-se espontaneamente a fermentação malolática, um processo natural que transforma o ácido málico em ácido lático e torna o vinho elegante.

Esta segunda fermentação pode durar de algumas semanas a alguns meses, com base em diversos fatores, como a temperatura da adega.

Este processo não apenas suaviza o vinho, reduz sua acidez e o estabiliza naturalmente, mas também lhe confere mais profundidade, complexidade e elegância.

Formas de pagamento